quinta-feira, 7 de julho de 2011

Abraça-me... Perdoa-me...



Quero ser como criança
Te amar pelo que és
Voltar a inocência
E acreditar em ti
Mas ás vezes sou levado
Pela vontade de crescer
Torno-me independente e deixo de simplesmente crer
Não posso viver longe do teu amor, senhor;
Não posso viver longe do teu afago, senhor;
Não posso viver longe do teu abraço, senhor.
Abraça-me, abraça-me, abraça-me
Com os teus braços de amor...

Heloísa Rosa

2 comentários:

Jane Izar disse...

Oi Amiga blogueira, tem selinho pra vc, bjs

Jan.F.S disse...

minha linda amiga jane adorei o selo... lindo demais. obrigada por dividir comigo. bjo no seu coraçao!!!!